21 abril 2008

Poesia também tem cor!

Reflexão total


"Recolhi as tuas lágrimas

na palma da minha mão,

e mal que se evaporaram

todas as aves cantaram

e em bandos esvoaçaram

em torno da minha mão.

Em JOGOS DE LUZ E COR

tuas lágrimas deixaram

os cristais do teu amor,

faces talhadas em dor

na palma da minha mão."


"in Máquina de Fogo (António Gedeão)

9 comentários:

Joaninha V. portefolio disse...

“Poesia também tem cor” belo titulo de uma poesia tão bonita como esta… mas como e tão bonita que fiquem sem palavras…

Anónimo disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the TV Digital, I hope you enjoy. The address is http://tv-digital-brasil.blogspot.com. A hug.

Anónimo disse...

É um bonito poema.
Comentem também os poemas que eu tenho no meu blog. Vá lá. Por favor

Beijinhos Ana Carolina

Xphia disse...

«Resolvi andar na rua
com os olhos postos no chão.
Quem me quiser que me chame
ou que me toque com a mão.

Quando a angústia embaciar
de tédio os olhos vidrados,
olharei para os prédios altos,
para as telhas dos telhados.

Amador sem coisa amada,
aprendiz colegial.
Sou amador da existência,
não chego a profissional.»

também de António Gedeão.

:)

esquerdino disse...

Os poemas são coisas bonitas,

São sentimentos explodidos do nosso coração,

Que não aguentam mais emoção,

E espalha-se em palavras pelo papel.


Isto foi feito por mim : )

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
elietehvialonga disse...

"Verdes são os campos

Verdes são os campos,
De cor de limão:
Assim são os olhos
Do meu coração.

Campo, que te estendes
Com verdura bela;
Ovelhas, que nela
Vosso pasto tendes,
De ervas vos mantendes
Que traz o Verão,
E eu das lembranças
Do meu coração.

Gados que pasceis
Com contentamento,
Vosso mantimento
Não no entendereis;
Isso que comeis
Não são ervas, não:
São graças dos olhos
Do meu coração."

Luís de Camões

TCoelho disse...

Muito bem!
Este desafio do Professor Pedro Nunes está a dar luta!

Joaninha V. portefolio disse...

SEGREDO

Sei um ninho.
E o ninho tem um ovo.
E o ovo, redondinho,
Tem lá dentro um passarinho
Novo.

Mas escusam de me atentar:
Nem o tiro, nem o ensino.
Quero ser um bom menino
E guardar
Este segredo comigo.
E ter depois um amigo
Que faça o pino
A voar...

Miguel Torga



joana videira